27.04.2017

Inovação, Mercado Digital

Como a Internet das Coisas vai impactar o seu negócio

internet das coisas

A “Internet das Coisas” (IoT) se refere a uma revolução tecnológica que tem como objetivo conectar os itens usados do dia a dia à rede mundial de computadores. Cada vez mais surgem eletrodomésticos, meios de transporte e até mesmo tênis, roupas e maçanetas conectadas à Internet e a outros dispositivos, como computadores e smartphones. O objetivo da “Internet das Coisas” é criar sistemas e ferramentas que atribuam mais inteligência aos objetos para que eles possam conversar entre si e tornar nossa vida mais fácil.

A ideia é que, cada vez mais, o mundo físico e o digital se tornem um só, através de dispositivos que se comuniquem com os outros, os data centers e suas nuvens. Aparelhos vestíveis, como o Google Glass e o Smartwatch 2, da Sony, transformam a mobilidade e a presença da Internet em diversos objetos em uma realidade cada vez mais próxima. Com o maior acesso a dispositivos com conexão virtual, a tecnologia pode ser implantada em diferentes setores. Empresas de todos os portes podem trabalhar a ferramenta.

A capacidade de transformar produtos do dia a dia em dispositivos inteligentes nos trará novos serviços e permitirá que as empresas criem novos fluxos de receita e acelerem a inovação. A mobilidade e a conectividade ilimitada das pessoas com o mundo ao redor, por meio do uso dos dispositivos móveis, já é uma realidade e o crescimento dessa tendência é uma das principais apostas de empresas focadas no futuro.

A proliferação de objetos inteligentes em rede já orienta as práticas da engenharia civil e da arquitetura naquilo que hoje é chamado de prédios inteligentes. Edifícios com sensores e dispositivos conectados por uma rede IP são capazes de sentir o ambiente interno e externo, adaptando ventilação, iluminação, uso de água, escadas rolantes e elevadores de acordo com parâmetros sustentáveis para consumo de energia.

As empresas estão se preparando para essa nova jornada na qual a tecnologia será, sem dúvida, a base da transformação da experiência dos clientes, com milhares de dispositivos conectados e se falando entre si. Tudo estará conectado em uma grande rede, trazendo facilidade para a vida das pessoas e uma competitividade sem igual para as empresas.

Alguns países têm exemplos que já cabem na realidade do consumidor, porque possuem uma infraestrutura em telecomunicação que permite o andamento dessa tecnologia de maneira mais ágil. O desenvolvimento dela depende da inovação técnica dinâmica em campos tão importantes como os sensores wireless, a inteligência artificial e a nanotecnologia.

No Brasil, já vemos usos dela em setores de logística e indústria, mas ainda pouco inserida na rotina das pessoas. Um dos motivos é a economia e telecomunicações que impedem o avanço da tecnologia em larga escala. O impacto que essa tecnologia fará na indústria modificará os hábitos de consumo conforme já o conhecemos. A IoT está criando um novo mundo ao nosso redor. Ela tem o poder de melhorar a forma como a indústria opera e mudar a forma como lidamos com o nosso trabalho e tempo de lazer.

As empresas que focarem suas atenções nesses novos caminhos sairão à frente do mercado. Em alguns anos não será mais possível pensar em um mundo sem a conectividade trazida pela Internet das Coisas. O que antes parecia impossível, passará a ser rotineiro. Essa evolução impulsionará as empresas a serem cada vez mais inovadoras, atuando na criação de recursos que irão continuar a mudar a forma como interagimos. Soluções transformadoras chegarão com mais rapidez ao mercado, revolucionando a forma como vemos o mundo.

Relacionados