19.04.2017

Marketing Digital, Mercado Digital, Mídias Sociais

6 motivos para impulsionar posts no Facebook

Existem cada vez mais pessoas conectadas ao Facebook e seu objetivo, enquanto empresa, é atingir o maior número delas, dentro do perfil do público-alvo. Aqui, entra uma questão importante: você não conseguirá ter o grande alcance que pretende apenas de forma orgânica. Muita gente teve que se adaptar a essa realidade, para continuar colhendo os frutos vindos dessa rede social.

A justificativa dada para essa alteração é a priorização da experiência do usuário. Apenas o que é supostamente relevante acaba sendo exibido. A medida fez com que os anunciantes se preocupassem, ainda mais, em impulsionar as mensagens criadas, o que demanda investimento. Porém, apenas colocar dinheiro na campanha não dá garantias de que ela irá decolar. Por isso, muitas empresas recorrem a uma consultoria em Facebook Ads, para realizar todo o desenvolvimento desta ação.

Tenha em mente, também, que essa estratégia pode não funcionar para o seu negócio. Às vezes, o Retorno sobre Investimento (ROI)  simplesmente, não compensa. É algo que muitas empresas não analisam, antes de iniciar o trabalho, gerando uma decepção futura e um gasto que não será recompensado.

 

  1. Objetivo

O primeiro passo é definir um objetivo e quais suas intenções. Pode ser apenas impulsionar a publicação, para conseguir mais visibilidade, como também fazer as pessoas adquirirem seu produto ou aumentar as conversões do seu site.

  1. Visibilidade

Posts impulsionados têm muito mais visibilidade. Eles aparecem, normalmente, no feed de notícias do usuário e a sua inserção é muito maior que os posts orgânicos. Além disso, as publicações impulsionadas ficam visíveis também em dispositivos móveis, que são cada vez mais utilizados.

  1. Segmentação

O direcionamento para qual público o anúncio será exibido também deve ser realizado. É uma arma incrível e que permite trabalhar exatamente em cima daquele perfil de usuário que deseja. Algo inimaginável, nos meios tradicionais. Definir personas é uma tática que vem sendo utilizada, cada vez mais, por departamentos de Marketing, para os mais diferentes tipos de ação.

Hoje em dia, o consumidor não quer ser interrompido por mensagens e anúncios. A segmentação do Facebook permite um direcionamento apenas para o seu público-alvo, que é construído a partir de interesses, dados demográficos, entre outras características que são passíveis de especificação. Assim, sua mensagem é direcionada somente para quem é seu potencial público e tem interesse na sua página.

  1. Baixo-custo

Além de escolher o direcionamento da publicação, é você quem decide o quanto quer investir, ao patrocinar um post. A rede não tem um valor padrão: você paga o quanto achar justo, antes de impulsioná-lo, e o Facebook direciona a mensagem para o público escolhido.

  1. Branded Content

Alinhar a sua marca com conteúdo é de extrema importância para estratégias de Marketing Digital. As pessoas não querem ver somente anúncios de “classificados”. Elas querem se manter atualizdas e ter acesso a um conteúdo bacana em suas redes. Trabalhar um conteúdo legal gera um aumento no número de fãs e, ainda, fortalece a sua presença online.

  1. Monitoramento

O Marketing Digital tem, como um dos grandes diferenciais, a possibilidade de se mensurar tudo e tomar decisões baseadas nos dados encontrados. Essas estatísticas e relatórios vão mostrar, por exemplo, o que está gerando maior engajamento dos usuários com sua página e o que está dando resultado efetivo. Da mesma forma, você poderá identificar o que pode ser aprimorado ou o que deve ser deixado de lado, por não trazer retorno.

Quando falamos em Facebook, temos à disposição uma ferramenta bastante interessante, que é o Facebook Insights. Se ainda não a domina, vale a pena aprofundar os conhecimentos, para extrair o máximo que ela tem a oferecer. O Insights traz o panorama geral da sua página, de forma organizada e visual, além de permitir a geração de relatórios.

Relacionados