26.01.2017

Marketing Digital

6 erros em Marketing Digital que sua empresa não deve cometer

Mais do que melhorar resultados, investir em estratégias digitais se tornou essencial para a sobrevivência das empresas. Porém, muitas estão aplicando seus esforços de maneira errada no Marketing Digital. A verdade é que sem as estratégias certas, o resultado obtido será dinheiro jogado fora, perda de tempo e de oportunidades.

Muitas vezes focamos em um objetivo tão grande que acabamos esquecendo dos detalhes. Precisamos estar atentos a cada etapa para que o sucesso seja garantido. Por isso, vamos mostrar alguns erros que muitas empresas cometem, que não trazem os resultados de vendas e de posicionamento de marca desejados.

 

  1. Não definir as personas

Um dos erros mais graves ao desenvolver um trabalho de Marketing Digital é esquecer quem se quer atingir com as ações planejadas. É fundamental saber quais os perfis das pessoas que deseja alcançar para que possa definir quais os meios, o tipo de abordagem e o conteúdo a ser produzido no processo de atração, convencimento e conquista dos potenciais clientes.

Para planejar as suas ações, ainda mais se a sua empresa tiver muitos públicos, você vai precisa definir o perfil do seu consumidor ideal. Esse perfil é chamado de persona e reflete comportamentos de um cliente típico da sua empresa, tanto os hábitos de consumo como as preferências pessoais. Com uma definição de persona em mãos, sua estratégia tem muito mais chances de dar certo.

  1. Não focar no planejamento

A sua estratégia precisa ser completa e para isso você tem que se planejar com antecedência. É na etapa do planejamento que serão definidas quais ações e ferramentas serão utilizadas no trabalho; quando e como cada uma será colocada em prática; quais os resultados esperados com elas; entre outros pontos importantes para a evolução das vendas empresa. Não se esqueça de focar na sua persona, levando em conta que tipo de informação será relevante para ela desde o primeiro contato com a sua empresa até o momento da compra.

  1. Não gerar conteúdo relevante

Para atrair novos usuários e gerar novos leads é preciso ter um bom conteúdo. É esse método que vai fazer com que sua empresa receba mais visitas orgânicas dos mecanismos de busca, torne-se referência no mercado em que atua e consiga manter um relacionamento com sua audiência em todas as etapas da jornada de compra.

Seja especialista na sua área, assim quando o cliente pensar no produto que você produz, ele vai saber que você entende do assunto. O conteúdo serve de munição para as postagens nas mídias sociais, gera links (a premissa de qualquer trabalho em SEO) e faz com que a empresa se posicione como uma referência tanto para prospects quanto para leads.

  1. Não analisar os resultados

Não adianta ter um planejamento se você não sabe quais são os resultados gerados. Vários mecanismos, como programas gratuitos ou ferramentas de automação, providenciam dados que possibilitam medir suas ações e acompanhar todas as etapas da jornada de compra do seu consumidor.

É comum ficar perdido em meio à grande quantidade de dados providenciados sobre o comportamento dos seus consumidores online. Por isso, é necessário saber o que medir. Suas métricas precisam ser definidas a partir dos seus objetivos e, além disso, também é importante separar quais métricas medir em cada etapa do funil de vendas.

  1. Concentrar-se em métricas de vaidade

Chamamos de “métricas de vaidade” tudo o que não indica como o Marketing Digital contribui de fato para a geração de oportunidades de negócio. Muitas pessoas se impressionam com alguns números como pageviews, seguidores nas mídias sociais, curtidas de um post, etc. Mas qual o impacto dessas métricas em seu negócio?

O que realmente deve ser medido são as métricas do funil de vendas. É com essas medições que você vai ter um panorama real do quanto o Marketing Digital tem ajudado sua empresa. Salvo nos casos onde share, likes, twittes, etc estiverem no meio da jornada do seu usuário, elas apenas estão falando sobre a ativação de seu conteúdo.

A empresa será capaz de olhar a jornada do consumidor como um processo único e medir as KPIs que realmente importam, apenas se as metas e objetivos estiverem compartilhados entre marketing e vendas.

  1. Não investir em mecanismos de busca

Para ranquear o seu site é preciso investir em otimização. Você pode ter um site maravilhoso, mas precisa saber como fazer para que ele apareça nas primeiras páginas dos sites de busca. Essas técnicas vão desde a criação do site até sua manutenção, que precisam ser devidamente estudadas e executadas sempre.

Os buscadores são a principal fonte de procura de informações por todo o tipo de usuários da internet. Aparecer ou não no Google pode ser a diferença entre o sucesso ou fracasso de uma empresa. Isso é válido não apenas para empresas de e-commerce, que vendem produtos diretamente em suas lojas virtuais, mas para qualquer negócio onde os potenciais clientes utilizam-se da internet para buscar os seus fornecedores ou prestadores de serviços.

Relacionados